Ayrton Senna 25 anos da morte do maior piloto da história

Ayrton Senna: 25 anos da morte do maior piloto da história

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

1º de Maior de 1994. Muito tempo se passou. Em 25 anos, muita coisa acontece, muitos acontecimentos históricos se passaram, foram esquecidos e deram lugar para outros na memória. Porém, a história e a memória de Ayrton Senna parece não perder força nunca.

setor automotivo

Carinhosamente chamado de Ayrton Senna do Brasil, tricampeão mundial costumava alegrar as manhãs – e algumas tardes – de domingo quando corria. Eu ainda era jovem quando comecei a assistir ao Ayrton e costumava gravar as corridas transmitidas na TV em fitas cassete, só para assistir depois. No dia da sua morte, no acidente no Grande Prêmio de San Marino, em Imola, na Itália, não foi diferente: aquela memória aterradora ficou gravada numa fita da estante.

História de Ayrton Senna

É louco pensar que quem nasceu em 2001, 7 anos após a sua morte, já pode hoje dirigir mas pode não ter ouvido falar de Ayrton Senna. No entanto, o mundo automobilístico não esquece.

Senna na Toleman – 1984

Sua carreira na Fórmula 1 começou na Toleman, equipe relativamente marginal à época. No entanto, Ayrton já pontuou nas primeiras corridas, mesmo com um carro muito inferior. Mas o destaque veio mesmo no circuito que marcaria suas habilidades como piloto para sempre: Mônaco.

Mesmo com um carro inferior e largando em 19º, Senna fez grande progresso na corrida, ultrapassando Niki Lauda (que estava em 2º) e ameaçando a primeira colocação do seu futuro arqui-rival, Alain Prost. Senna chegou a ultrapassá-lo e comemorar a vitória, mas a direção de prova terminou a corrida com apenas 31 voltas devido à chuva, anulando a volta de ultrapassagem para a 1ª colocação do piloto.

Naquele ano, Senna também participou da então famosa Corrida dos Campeões de Nurburgring. O então novato Ayrton Senna disputou com lendas da F1 como Sir Stirling Moss, Jack Brabham, John Surtees, Phil Hill, Niki Lauda e o campeão daquele ano, Alain Prost. Todos correram com o mesmo carro de rua, um Mercedes 190 E 2.3. Para a surpresa de todos (ou não), Senna foi majestoso e chegou à frente de todos.

Senna na Lotus – 1985 a 1987

Na Lotus, Senna começou a ter ainda mias destaque. Na primeira temporada, começou a ter resultados relevantes e uma pontuação competitiva, mas os motores Renault, que à época empurravam os Lotus, eram ótimos para qualificações, mas sua durabilidade durante a corrida deixava a desejar.

Senna consegui muitas poles e boas colocações nos treinos qualificatórios, mas terminava poucas corridas por conta de problemas mecânicos do carro.

No entanto, foi na Lotus que o nome de Senna começou a ficar gravado na cabeça dos fãs de Fórmula 1. Em 1987, quando a Renault decidiu deixar de fornecer motores para a F1, a Lotus – assim como muitas ouras à época – começaram a utilizar motores Honda – e ter outro patrocinador, a Camel -, o que abriu uma porta para o relacionamento incrível do piloto com a fabricante japonesa.

Ele poderia ter vencido o campeonato mundial, mas sua vitória no GP da austrália foi anulada pela direção de prova pois os dutos de refrigeração dos freios (que evitam que eles sobreaqueçam, percam força de frenagem e até ocasione vibrações no volante devido ao empenamento precoce dos discos) era alguns milímetros maior do que o permitido pelo regulamento. Em 1987, Senna terminou o campeonato na terceira colocação geral, seu maior feito até então na carreira.

Senna na McLaren – 1988 a 1993

A carreira de Senna atingiu seu ápice na McLaren. Foi na equipe inglesa que Ayrton Senna conseguiu um grande diretor de equipe e admirador, Ron Dennis. Também foi lá que estreitou ainda mais seus laços com a Honda, ajudando a desenvolver uns dos carros mais competitivos até então.

Lá também teve que dividir os pits com Alain Prost, seu maior rival, durante duas temporadas. Nessas duas temporadas Senna teve de amargurar retirarem o título de suas mãos e passar a Prost em situações no mínimo questionáveis.

Ainda assim, Senna conquistou seus 3 títulos mundiais na equipe em 1988, 1990 e 1991. Foi nesta equipe também que teve os seus melhores momentos como piloto.

Foi durante esse período também que Senna ajudou a desenvolver um dos carros mais aclamados pelos petrol-heads: o Honda NSX. Devido ao seu relacionamento próximo com a Honda, a montadora confiou a Ayrton a tarefa de testar e desenvolver seu primeiro superesportivo. Nos primeiros testes, as críticas de Ayrton foram duras, mas os engenheiros acataram todos os seus feedbacks e aplicaram no carro, transformando-o no bólido que é ainda hoje.

Senna na Williams – 1994

A história de Senna com a equipe de Frank Williams é longa. Em 1993, Senna já havia se oferecido para pilotar para a equipe de graça. Porém, uma cláusula no contrato do seu principal rival, Alain Prost, impedia isso. Prost fez de tudo para impedir a entrada de Senna na equipe, inclusive vetar seu nome para futuros pilotos da equipe.

Na temporada de 1993, a McLaren já estava perdendo a competitividade. Senna ainda conseguia extrair bons resultados do seu carro defasado, mas ninguém podia com a imbatível eletrônica aplicada aos carros da Williams.

Em 1994, Senna finalmente assinou com a equipe. Essa parceria poderia ter rendido uma carreira ainda mais cheia de vitórias, mas, infelizmente, acabou marcando o fim da história do piloto na Fórmula 1.

Todas as conquistas de Ayrton Senna

Esse documentário do Top Gear, da BBC, resume bem a carreira meteórica de Ayrton Senna e dá ainda uma visão de todos os pilotos sobre sua atuação na F1.

Homenagem da McLaren a Ayrton Senna

Em 2019, a McLaren lançou o McLaren Senna, seu novo supercarro, em homenagem ao maior piloto da história. O carro foi desenvolvido juntamente a Bruno Senna, sobrinho de Ayrton e piloto de testes da marca britânica.

Resultados antes da Fórmula 1

  • 1973 – 01/jul – Primeira corrida de kart – Kartódromo de Interlagos
  • 1978 – Campeão Sul-Americano de kart
  • 1978 – Campeão Brasileiro de kart
  • 1978 – 13 a 17/set – Mundial de Kart em Le Mans/França – 6º colocado
  • 1979 – Campeão Brasileiro de kart
  • 1979 – 18 a 23/set – Mundial de Kart em Estoril/Portugal – 2º colocado
  • 1980 – Campeão Brasileiro de kart
  • 1980 – 17 a 21/set – Mundial de Kart em Niveles/Bélgica – 2º colocado
  • 1981 – Campeão Brasileiro de kart

1981 – Formula Ford 1600 – Equipe Van Diemen (dois campeonatos: P&O Ferries (PO) e Townsend Thoresen (TT))

  • 01/03 – PO – Brands Hatch – 5º
  • 08/03 – TT – Thruxton – 3º
  • 15/03 – TT – Brands Hatch – 1º
  • 22/03 – TT – Mallory – 2º (pole)
  • 05/04 – TT – Mallory – 2º
  • 03/05 – TT – Snetterton – 2º (pole)
  • 24/05 – RAC – Oulton Park – 1º (volta mais rápida)
  • 25/02 – TT – Mallory – 1º
  • 07/06 – TT – Snetterton – 1º (volta mais rápida)
  • 21/06 – RAC – Silverstone – 2º
  • 27/06 – TT – Oulton Park – 1º (volta mais rápida)
  • 04/07 – RAC – Donnington – 1º (volta mais rápida)
  • 12/07 – RAC – Brands Hatch – 4º (volta mais rápida)
  • 25/07 – TT – Oulton Park – 1º (volta mais rápida)
  • 26/07 – RAC – Mallory – 1º (volta mais rápida)
  • 02/08 – TT – Brands Hatch – 1º
  • 09/08 – RAC – Snetterton – 1º (volta mais rápida)
  • 15/08 – TT – Donnington – 1º
  • 31/08 – TT – Thruxton – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 16 a 20/09 – Mundial de Kart em Parma/Itália – 4º colocado
  • 29/09 – TT – Brands Hatch – 2º (volta mais rápida)

1982 – Formula Ford 2000 – Equipe Rushen Green Racing (dois campeonatos: Campeonato Inglês Pace British FF 2000 (PB) e Campeonato Europeu de 2000 (EFDA))

  • 07/03 – PB – Brands Hatch – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 27/03 – PB – Oulton – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 28/03 – PB – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 04/04 – PB – Donnington – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 09/04 – PB – Snetterton – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 12/04 – PB – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 18/04 – EFDA – Zolder – pole e abandono
  • 02/05 – EFDA – Donnington
  • 03/05 – PB – Mallory – 1º (volta mais rápida)
  • 09/05 – EFDA – Zolder – pole, volta mais rápida e abandono
  • 30/05 – PB – Oulton – abandono
  • 30/05 – Celebr. – Oulton – 1º (volta mais rápida)
  • 31/05 – PB – Brands Hatch – 1º (volta mais rápida)
  • 06/06 – PB – Mallory – 1º (volta mais rápida)
  • 13/06 – PB – Brands Hatch – 1º (volta mais rápida)
  • 20/06 – EFDA – Hockenheim – pole e abandono
  • 26/06 – PB – Oulton – 1º (volta mais rápida)
  • 03/07 – EFDA – Zandvoort – 1º (pole)
  • 04/07 – PB – Snetterton – 2º
  • 10/07 – PB – Castle Combe – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 01/08 – PB – Snetterton – 1º (volta mais rápida)
  • 08/08 – EFDA – Hockenheim – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 15/08 – EFDA – Österreichring – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 22/08 – EFDA – Jyllandsring – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 30/08 – PB – Thruxton – 1º (volta mais rápida)
  • 05/09 – PB – Snetterton – 1º (volta mais rápida)
  • 12/09 – EFDA – Mondello Park – 1º (volta mais rápida)
  • 15 a 19/09 – Mundial de Kart em Kalmar/Suécia – 14º colocado
  • 26/09 – PB – Brands Hatch – 2º (volta mais rápida)
  • 13/11 – Fórmula 3 – Thruxton – Ralt RT3-Toyota – 1º (pole e volta mais rápida)

1983 – Formula 3 – Campeonato Inglês – Equipe West Surrey Racing (exceto em Macau, quando Senna pilotou para a Marlboro/Tedy Yip)

  • 06/03 – Silverstone – 1º (volta mais rápida)
  • 13/03 – Thruxton – 1º (pole)
  • 20/03 – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 27/03 – Donnington – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 04/04 – Thruxton – 1º (pole)
  • 24/04 – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 03/05 – Thruxton – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 08/05 – Brands Hatch – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 30/05 – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 12/06 – Silverstone – abandono
  • 19/06 – Cadwell Park – pole, não largou
  • 03/07 – Snetterton – volta mais rápida e abandono
  • 16/07 – Silverstone – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 24/07 – Donnington – 2º (pole e volta mais rápida)
  • 06/08 – Oulton – volta mais rápida e abandono
  • 29/08 – Silverstone – 1º (pole)
  • 11/09 – Oulton – abandono
  • 18/09 – Thruxton – pole e abandono
  • 02/10 – Silverstone – 2º
  • 20/10 – GP de Macau – Macau – 1º (pole e volta mais rápida)
  • 23/10 – Thruxton – 1º (pole e volta mais rápida)

Na Fórmula 1

Temporada Equipe Motor Vitórias Pódios Abandonos Poles Pontos Títulos Mundiais
1 1988 McLaren Honda 8 11 1 13 90 🏆
2 1990 McLaren Honda 6 11 4 10 78 🏆
3 1991 McLaren Honda 7 12 1 8 96 🏆

 

Vitórias

Temporada Equipe GP Posição
de largada
Circuito
1 1985 Team Lotus Portugal Portugal 01º Autódromo do Estoril
2 1985 Team Lotus Bélgica Bélgica 02º Spa-Francorchamps
3 1986 Team Lotus Espanha Espanha 01º Circuito Permanente de Jerez
4 1986 Team Lotus Estados Unidos Estados Unidos (Leste) 01º Circuito de rua de Detroit
5 1987 Team Lotus Mónaco Mônaco 02º Circuito de Monte Carlo
6 1987 Team Lotus Estados Unidos Estados Unidos (Leste) 02º Circuito de rua de Detroit
7 1988 McLaren San Marino San Marino 01º Autódromo Enzo e Dino Ferrari
8 1988 McLaren Canadá Canadá 01º Circuito Gilles Villeneuve
9 1988 McLaren Estados Unidos Estados Unidos (Leste) 01º Circuito de rua de Detroit
10 1988 McLaren Reino Unido Grã-Bretanha 03º Circuito de Silverstone
11 1988 McLaren Alemanha Alemanha 01º Circuito de Hockenreim
12 1988 McLaren Hungria Hungria 01º Hungaroring
13 1988 McLaren Bélgica Bélgica 01º Spa-Francorchamps
14 1988 McLaren Japão Japão 01º Circuito de Suzuka
15 1989 McLaren San Marino San Marino 01º Autódromo Enzo e Dino Ferrari
16 1989 McLaren Mónaco Mônaco 01º Circuito de Monte Carlo
17 1989 McLaren México México 01º Autódromo Hermanos Rodríguez
18 1989 McLaren Alemanha Alemanha 01º Circuito de Hockenreim
19 1989 McLaren Bélgica Bélgica 01º Spa-Francorchamps
20 1989 McLaren Espanha Espanha 01º Circuito Permanente de Jerez
21 1990 McLaren Estados Unidos Estados Unidos 05º Circuito de rua de Phoenix
22 1990 McLaren Mónaco Mônaco 01º Circuito de Monte Carlo
23 1990 McLaren Canadá Canadá 01º Circuito Gilles Villeneuve
24 1990 McLaren Alemanha Alemanha 01º Circuito de Hockenreim
25 1990 McLaren Bélgica Bélgica 01º Spa-Francorchamps
26 1990 McLaren Itália Itália 01º Autodromo Nazionale di Monza
27 1991 McLaren Estados Unidos Estados Unidos 01º Circuito de rua de Phoenix
28 1991 McLaren Brasil Brasil 01º Autódromo de Interlagos
29 1991 McLaren San Marino San Marino 01º Autódromo Enzo e Dino Ferrari
30 1991 McLaren Mónaco Mônaco 01º Circuito de Monte Carlo
31 1991 McLaren Hungria Hungria 01º Hungaroring
32 1991 McLaren Bélgica Bélgica 01º Spa-Francorchamps
33 1991 McLaren Austrália Austrália 01º Circuito de Rua de Adelaide
34 1992 McLaren Mónaco Mônaco 03º Circuito de Monte Carlo
35 1992 McLaren Hungria Hungria 03º Hungaroring
36 1992 McLaren Itália Itália 02º Autodromo Nazionale di Monza
37 1993 McLaren Brasil Brasil 03º Autódromo de Interlagos
38 1993 McLaren União Europeia Europa 04º Donington Park
39 1993 McLaren Mónaco Mônaco 03º Circuito de Monte Carlo
40 1993 McLaren Japão Japão 02º Circuito de Suzuka
41 1993 McLaren Austrália Austrália 01º Circuito de Rua de Adelaide

Pódios (2º e 3º lugar)

Temporada Equipe GP Colocação Posição
de largada
Circuito
1 1984 Toleman-Hart Mónaco Mônaco 02° 13º Circuito de Monte Carlo
2 1984 Toleman-Hart Reino Unido Grã-Bretanha 03° 07º Brands Hatch
3 1984 Toleman-Hart Portugal Portugal 03° 03º Autódromo do Estoril
4 1985 Team Lotus Áustria Áustria 02° 14º Österreichring
5 1985 Team Lotus Países Baixos Países Baixos 03° 04º Circuit Park Zandvoort
6 1985 Team Lotus Itália Itália 03° 01º Circuito de Monza
7 1985 Team Lotus União Europeia Europa 02° 01º Brands Hatch
8 1986 Team Lotus Brasil Brasil 02° 01º Autódromo de Jacarepaguá
9 1986 Team Lotus Mónaco Mônaco 03° 03º Circuito de Monte Carlo
10 1986 Team Lotus Bélgica Bélgica 02° 04º Spa-Francorchamps
11 1986 Team Lotus Alemanha Alemanha 02° 03º Hockenheimring
12 1986 Team Lotus Hungria Hungria 02° 01º Hungaroring
13 1986 Team Lotus México México 03° 01º Autódromo Hermanos Rodríguez
14 1987 Team Lotus San Marino San Marino 02° 01º Autódromo Enzo e Dino Ferrari
15 1987 Team Lotus Reino Unido Grã-Bretanha 03° 03º Circuito de Silverstone
16 1987 Team Lotus Alemanha Alemanha 03° 02º Hockenheimring
17 1987 Team Lotus Hungria Hungria 02° 06º Hungaroring
18 1987 Team Lotus Itália Itália 02° 04º Circuito de Monza
19 1987 Team Lotus Japão Japão 02° 07º Circuito de Suzuka
20 1988 McLaren México México 02° 01º Autódromo Hermanos Rodríguez
21 1988 McLaren França França 02° 02º Circuit Paul Ricard
22 1988 McLaren Austrália Austrália 02° 01º Adelaide Street Circuit
23 1989 McLaren Hungria Hungria 02° 02º Hungaroring
24 1990 McLaren Brasil Brasil 03° 01º Autódromo de Interlagos
25 1990 McLaren França França 03° 03º Circuit Paul Ricard
26 1990 McLaren Reino Unido Grã-Bretanha 03° 02º Circuito de Silverstone
27 1990 McLaren Hungria Hungria 02° 04º Hungaroring
28 1990 McLaren Portugal Portugal 02° 03º Autódromo do Estoril
29 1991 McLaren México México 03° 03º Autódromo Hermanos Rodríguez
30 1991 McLaren França França 03° 03º Magny-Cours
31 1991 McLaren Itália Itália 02° 01º Circuito de Monza
32 1991 McLaren Portugal Portugal 02° 03º Autódromo do Estoril
33 1991 McLaren Japão Japão 02° 02º Circuito de Suzuka
34 1992 McLaren África do Sul África do Sul 03° 02º Kyalami
35 1992 McLaren San Marino San Marino 03° 03º Autódromo Enzo e Dino Ferrari
36 1992 McLaren Alemanha Alemanha 02° 03º Hockenheimring
37 1992 McLaren Portugal Portugal 03° 03º Autódromo do Estoril
38 1993 McLaren África do Sul África do Sul 02° 02º Kyalami
39 1993 McLaren Espanha Espanha 02° 03º Circuito da Catalunha

Pole positions

# Temporada Grande Prêmio Tempo
1 1985 Austrália (Adelaide) 1’19″843
2 1985 Estados Unidos (Detroit) 1’42″051
3 1985 Europa (Brands Hatch) 1’07″169
4 1985 Itália (Monza) 1’25″084
5 1985 Mônaco (Monte Carlo) 1’20″450
6 1985 Portugal (Estoril) 1’21″007
7 1985 San Marino (Imola) 1’27″327
8 1986 Brasil (Rio) 1’25″501
9 1986 Espanha (Jerez) 1’21″605
10 1986 Estados Unidos (Detroit) 1’38″301
11 1986 França (Paul Ricard) 1’06″526
12 1986 Hungria (Budapeste) 1’29″450
13 1986 México (Cid. do Mexico) 1’16″990
14 1986 Portugal (Estoril) 1’16″673
15 1986 San Marino (Imola) 1’27″327
16 1987 San Marino (Imola) 1’25″826
17 1988 Alemanha (Hockenheim) 1’44″596
18 1988 Austrália (Adelaide) 1’17″749
19 1988 Bélgica (Spa) 1’53″718
20 1988 Brasil (Rio) 1’28″096
21 1988 Canadá (Montreal) 1’21″681
22 1988 Espanha (Jerez) 1’24″067
23 1988 Estados Unidos (Detroit) 1’40″606
24 1988 Hungria (Budapeste) 1’27″635
25 1988 Itália (Monza) 1’25″974
26 1988 Japão (Suzuka) 1’41″853
27 1988 México (Cid. do México) 1’17″468
28 1988 Mônaco (Monte Carlo) 1’23″998
29 1988 San Marino (Imola) 1’27″148
30 1989 Alemanha (Hockenheim) 1’42″300
31 1989 Austrália (Adelaide) 1’16″665
32 1989 Bélgica (Spa) 1’50″867
33 1989 Brasil (Rio) 1’25″302
34 1989 Espanha (Jerez) 1’20″291
35 1989 Estados Unidos (Phoenix) 1’30″108
36 1989 Inglaterra (Silverstone) 1’09″999
37 1989 Itália (Monza) 1’23″720
38 1989 Japão (Suzuka) 1’38″041
39 1989 México (Cid. do México) 1’17″846
40 1989 Mônaco (Monte Carlo) 1’22″308
41 1989 Portugal (Estoril) 1’15″468
42 1989 San Marino (Imola) 1’26″010
43 1990 Alemanha (Hockenheim) 1’40″198
44 1990 Austrália (Adelaide) 1’15″671
45 1990 Bélgica (Spa) 1’50″365
46 1990 Brasil (Interlagos) 1’17″277
47 1990 Canadá (Montreal) 1’20″399
48 1990 Espanha (Jerez) 1’18″387
49 1990 Itália (Monza) 1’22″533
50 1990 Japão (Suzuka) 1’36″996
51 1990 Mônaco (Monte Carlo) 1’21″314
52 1990 San Marino (Imola) 1’23″220
53 1991 Austrália (Adelaide) 1’14″041
54 1991 Bélgica (Spa) 1’47″811
55 1991 Brasil (Interlagos) 1’16″392
56 1991 Estados Unidos (Phoenix) 1’21″434
57 1991 Hungria (Budapeste) 1’16″147
58 1991 Itália (Monza) 1’21″114
59 1991 Mônaco (Monte Carlo) 1’20″344
60 1991 San Marino (Imola) 1’21″877
61 1992 Canadá (Montreal) 1’19″775
62 1993 Austrália (Adelaide) 1’13″371
63 1994 Brasil (Interlagos) 1’15″962
64 1994 Pacifico (Aida) 1’10″218
65 1994 San Marino (Imola) 1’21″548

 

Voltas mais rápidas

# Temporada Grande Prêmio Tempo Volta
1 1984 Mônaco 1m54s334 24
2 1985 Portugal 1m44s121 15
3 1985 Canadá 1m27s445 45
4 1985 Estados Unidos 1m45s612 51
5 1987 Mônaco 1m27s685 72
6 1987 Estados Unidos 1m40s464 39
7 1987 Itália 1m26s796 49
8 1988 Mônaco 1m26s321 59
9 1988 Canadá 1m24s973 53
10 1988 Japão 1m46s326 33
11 1989 Estados Unidos 1m33s969 38
12 1989 Alemanha 1m45s884 43
13 1989 Espanha 1m25s779 55
14 1990 Mônaco 1m24s468 59
15 1990 Itália 1m26s254 46
16 1991 Itália 1m26s061 41
17 1991 Japão 1m41s532 39
18 1992 Portugal 1m16s272 66
19 1993 Europa 1m18s029 57

 

Gosta de carros tunados? Então confira nossos posts sobre carros rebaixados e frases para carros rebaixados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *